Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Halliburton e Schlumberger suspendem operações na Rússia

As petrolíferas norte-americanas Halliburton Co. e Schlumberger anunciaram que estão suspendendo as operações na Rússia, em resposta às sanções dos Estados Unidos à Rússia pela invasão da Ucrânia. A Halliburton disse que não tem joint ventures ativas na Rússia e que interrompeu todos os embarques de peças e produtos sancionados específicos para o país há várias semanas.

Da mesma forma, a Schlumberger afirmou, na sexta-feira, 18, que suspendeu o investimento e a implantação de tecnologia em suas operações na Rússia. "Segurança e proteção estão no centro de quem somos como empresa, e pedimos a cessação do conflito e a restauração da segurança na região", disse o CEO da Schlumberger, Olivier Le Peuch, em comunicado.

À medida que a guerra continua e a crise humanitária piora, as empresas que permanecem estão sob crescente pressão para sair. Mais de 400 companhias norte-americanas e outras multinacionais deixaram o território russo, permanente ou temporariamente, de acordo com Jeffrey Sonnenfeld, reitor associado sênior de Programas Executivos da Escola de Administração da Universidade de Yale, que divulgou uma lista de ações corporativas na Rússia.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

As empresas petrolíferas ExxonMobil, Shell e BP, juntamente com algumas grandes empresas de tecnologia, como Dell e Facebook, foram as primeiras a anunciar sua retirada ou suspensão das operações. Muitos outros, incluindo McDonald's, Starbucks e Estee Lauder, seguiram. Cerca de 30 empresas permanecem.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar