Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Rússia prende mais de 250 manifestantes contra a operação na Ucrânia

10:30 | Mar. 13, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Mais de 250 pessoas que protestaram neste domingo (13) contra a operação militar russa na Ucrânia foram presas em diferentes cidades da Rússia, segundo uma ONG.

"Pelo menos 268 pessoas foram presas em 23 cidades", disse uma ONG especializada em monitorar manifestações, em seu site OVD-Info.

Jornalistas da AFP viram vários manifestantes sendo detidos pelos militares em Moscou e em São Petersburgo, a segunda maior cidade do país.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em Moscou, várias dezenas de pessoas desafiaram a proibição de manifestação reunindo-se em uma praça perto do Kremlin. Pelo menos 30 manifestantes e um jornalista foram levados pela polícia, segundo repórteres da AFP.

"Paz no mundo!", gritou uma mulher ao ser levada à força por dois oficiais.

Vários policiais desenharam a letra "Z" em seus capacetes, um símbolo que expressa apoio aos soldados russos destacados na Ucrânia.

Em São Petersburgo, onde havia muitos ônibus da polícia no centro, os manifestantes tentaram passar despercebidos.

"Claro que é assustador sair (para protestar). Levam todo mundo, vários amigos meus foram presos, outros foram expulsos da universidade", disse à AFP Kristina, 20 anos, de jaqueta azul e chapéu amarelo, cores da bandeira ucraniana.

"Vocês são todos traidores, deveriam ser presos", gritou um pedestre.

Vários manifestantes e alguns jornalistas foram levados pela polícia.

Apesar da proibição, grupos de manifestantes se reúnem diariamente na Rússia contra a operação militar na Ucrânia. Aqueles que protestam são multados ou presos.

No último domingo, mais de 5.000 manifestantes foram presos.

bur/jhd/mis/mb/aa

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar