Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Rússia acusada de usar bombas de fósforo em Donbass, no leste da Ucrânia

09:20 | Mar. 13, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Um policial ucraniano na região de Lugansk (leste) acusou o exército russo de bombardear sua cidade com bombas de fósforo na manhã deste domingo.

De acordo com Oleksi Biloshytsky, chefe de polícia de Popasna, cidade localizada a cem quilômetros a oeste de Lugansk, as forças russas usaram bombas de fósforo em seu município.

"É o que os nazistas chamavam de 'cebola ardente', é o que os 'russos' [combinação de 'russos' e 'fascistas'] estão desencadeando em nossas cidades. Sofrimento e incêndios indescritíveis", disse ele no Facebook.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Não foi possível verificar essa informação imediatamente.

Também em Donbass, em Kramatorsk, um comboio que transportava evacuados com destino a Lviv, no oeste do país, foi atingido por um bombardeio na manhã deste domingo, informou o chefe da região militar da região de Donetsk, Pavlo Kirilenko.

O bombardeio causou uma morte e um ferimento, segundo ele. Duas igrejas ortodoxas em Donbass, onde civis estavam abrigados, também foram afetadas pelos combates, segundo autoridades regionais.

Estas são a igreja de Sviatogurisk, em Donetsk, e outra de Severodonetsk, em Lugansk. Nenhum saldo informado.

Essas cidades estão em partes das regiões de Lugansk e Donetsk que não faziam parte das autoproclamadas "repúblicas" separatistas pró-Rússia antes do início da invasão russa da Ucrânia em 24 de fevereiro.

bur-cat/neo/blb/jvb/zm/aa

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar