Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Rússia quer banir Instagram após Meta flexibilixar sua política na Ucrânia

O Instagram enfrenta uma proibição na Rússia depois que Moscou pediu o fim das novas políticas de sua controladora relacionadas à invasão da Ucrânia pelo país. O gabinete do procurador-geral russo solicitou que o regulador de comunicações do país restrinja o acesso ao Instagram e designe a Meta Platforms uma organização extremista, informou a agência de notícias estatal RIA Novosti hoje.

Em comunicado postado no Twitter na quinta-feira, o porta-voz da Meta, Andy Stone, disse que "nós temporariamente permitimos formas de expressão política que normalmente violariam nossas regras, como discurso violento, como 'morte aos invasores russos'. Ainda não permitiremos apelos credíveis à violência contra civis russos."

A declaração de Stone veio em resposta a uma reportagem da Reuters dizendo que Meta permitiria que usuários do Facebook e Instagram em alguns países pedissem violência contra russos e soldados russos no contexto da guerra. A Rússia bloqueou o acesso a outra plataforma da Meta, o Facebook, no início deste mês, depois que a empresa tomou medidas para restringir o acesso a fontes de mídia apoiadas pelo Estado russo. (COM DOW JONES NEWSWIRES)

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar