Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Reino Unido aplica sanções a 7 oligarcas russos

O Reino Unido aplicou sanções a mais sete empresários da Rússia ligados ao governo do presidente Vladimir Putin, segundo anunciou nesta quinta-feira, 10, o governo britânico em comunicado oficial. Os oligarcas terão congelados ativos que totalizam cerca de 15 bilhões de libras, além de não poderem mais viajar ao Reino Unido e, em alguns casos, estarem proibidos de manter transações com cidadãos e entidades britânicos.

Entre os indivíduos que sofreram as medidas está Roman Abramovich, dono do Chelsea Football Club, um dos principais clubes de futebol da Inglaterra. Os outros oligarcas atingidos foram Oleg Deripaska, dono de parte do En+ Group; Igor Sechin, chefe executivo da Rosneft; Andrey Kostin, presidente do banco VTB; Alexei Miller, CEO da Gazprom; Nikolai Tokarev, presidente da estatal Transneft; e Dmitri Lebedev, presidente do conselho de diretores do banco Rossiya.

Segundo a nota do governo britânico, uma lei entrará em vigor na semana que vem e permitirá que mais sanções a magnatas russos sejam postas em prática.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"As sanções de hoje mostram mais uma vez que oligarcas e cleptocratas não têm lugar em nossa economia ou sociedade. Com seus laços estreitos com Putin, são cúmplices de sua agressão", afirmou a secretária de Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar