Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Deputado brasileiro fabrica coquetéis molotov na Ucrânia para apoiar seu exército

17:28 | Mar. 04, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O deputado estadual de São Paulo, Arthur do Val, publicou uma foto nas redes sociais na qual aparece rodeado de garrafas de vidro e afirma estar na Ucrânia fabricando coquetéis molotov para armar o exército do país europeu.

"Nunca imaginei que um dia nessa vida ainda faria coquetéis molotov para o exército ucraniano", disse o deputado, que é integrante do Movimento Brasil Livre (MBL), em uma publicação feita na noite de quinta-feira (3) no Instagram. O político, que também é conhecido como "Mamãe Falei", aparece sentado no chão, cercado por dezenas de engradados com garrafas.

O deputado estadual viajou à Europa esta semana junto com outro representante do MBL, um grupo político de direita, para oferecer apoio aos ucranianos que enfrentam o exército da Rússia.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Fizemos um monte de coquetel molotov [...] a unidade onde a gente estava fez mais de 75 mil", relatou o deputado, em um vídeo gravado na fronteira entre Ucrânia e Eslováquia.

O MBL lançou uma campanha de arrecadação nas redes e informou ter reunido 180 mil reais que seriam destinados à compra de mantimentos para a Ucrânia. Arthur do Val entrou na Ucrânia na quinta-feira, através da fronteira com a Eslováquia, para entregar as provisões e depois deixou a zona de conflito, segundo ele mesmo publicou em suas redes.

Um assessor do gabinete do deputado confirmou nesta sexta-feira (4) à AFP que Arthur do Val retornaria ao Brasil no fim de semana devido a compromissos na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP).

O deputado questionou em suas redes o presidente Jair Bolsonaro, que tem evitado as críticas ao líder russo, Vladimir Putin, apesar de o Brasil ter apoiado uma resolução do Conselho de Segurança da ONU que "condena nos mais duros termos a agressão da Rússia contra a Ucrânia".

"Não há debate aqui sobre o que Putin está fazendo. É unânime. O cidadão do leste europeu prefere encarar o diabo a se juntar à Rússia", escreveu Arthur do Val no Twitter.

msi/app/rpr

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar