Participamos do

Chanceler russo Lavrov é boicotado durante discurso na ONU

O Brasil não aderiu ao protesto e foi um dos únicos países a permanecer no local
12:35 | Mar. 01, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, foi boicotado durante discurso em uma conferência sobre desarmamento na ONU nesta terça-feira, 1º de março, em Genebra. Diversos embaixadores, ministros e diplomatas se retiraram da sala em forma de protesto no momento em que o chanceler se dirigia aos membros presentes no encontro.

No entanto, o Brasil não participou do boicote e foi um dos únicos países a permanecer no local.

A conduta do País se assemelha com o que já foi dito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, ao afirmar ser "neutro" diante da guerra.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O discurso de Lavrov foi feito através de videoconferência. Na segunda-feira, 28, um porta-voz da missão russa havia acusado vários países não identificados da União Europeia de estarem bloqueando "deliberadamente a rota de voo do avião do ministro para Genebra".

Conforme informações da delegação Alemanha, 140 pessoas abandonaram a sala de reunião quando o representante do presidente Putin se pronunciou.

 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags