Participamos do

Alemanha planeja suprimir maioria das restrições anticovid em março

08:56 | Fev. 14, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A Alemanha planeja suprimir progressivamente a maioria das restrições anticovid a partir de 20 de março, segundo um projeto governamental revelado nesta segunda-feira.

"De agora até o início da primavera (hemisfério norte, outono no Brasil), em 20 de março de 2022, as restrições que afetam a vida social, cultural e econômica devem ser retiradas progressivamente", destaca o documento de oito páginas obtido pela AFP e que será debatido durante uma reunião na quarta-feira entre o governo e as regiões alemãs.

Na data, o país pode suprimir ou limitar a obrigatoriedade da vacinação, uma condição para ter acesso aos principais locais de entretenimento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Também podem ser retiradas as regras que estimulam as empresas a favorecer o máximo possível o teletrabalho. O documento, no entanto, afirma que os funcionários poderão seguir com o trabalho remoto sob condições e em acordo com os patrões.

As máscaras continuarão obrigatórias nos transportes públicos ou locais fechados.

Em um primeiro momento, e ainda sem data precisa, o limite máximo de pessoas concentradas em um local fechado passará de 10 pessoas vacinadas ou recuperadas da covid para 20.

Também serão suprimidos os controles de acesso no estabelecimentos comerciais.

E em um segundo momento, a partir de 4 de março, devem acabar as restrições em restaurantes e hotéis. As casas noturnas poderão receber pessoas vacinas, recuperadas da doença ou com exame negativo.

O limite de capacidade nas arenas esportivas também deve acabar, mas os grandes eventos continuarão exigindo o passaporte de vacinação.

dac/mat/at/sag/me/fp

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags