Participamos do

EUA: Rússia aumenta presença militar e pode invadir Ucrânia a qualquer momento

12:36 | Fev. 11, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Anthony Blinken, alertou que a Rússia pode invadir a Ucrânia "a qualquer momento", durante coletiva de imprensa que seguiu a reunião com líderes diplomáticos da Austrália, Japão e Índia. De acordo com ele, o governo do presidente Vladimir Putin têm mobilizado mais tropas à fronteira com a Ucrânia.

"Continuamos a ver sinais muito preocupantes da escalada russa, incluindo novas forças que chegam à fronteira ucraniana", disse a autoridade americana, antes de ressaltar que uma invasão poderia ocorrer, inclusive, durante o período das Jogos Olímpicos Inverno em Pequim, que terminam no próximo dia 28.

Para proteger a integridade de cidadãos americanos em meio à ameaça russa, Blinken reiterou que os EUA continuarão com esforços para retirar sua embaixada da Ucrânia e alertou mais uma vez que os americanos residentes por lá devem deixar o país o quanto antes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O secretário também reforçou que a resolução do conflito por meio da diplomacia é preferível, e que os EUA realizaram "todos os esforços possíveis" para discutir as preocupações levantadas pela Rússia. "Mas, ao mesmo tempo, temos sido muito claros na construção de dissuasão e defesa e ao comunicar para a Rússia que, se escolher o caminho da agressão renovada, enfrentará consequências enormes", completou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags