Participamos do

Surfistas brasileiros Lucas Chianca e Maya Gabeira vencem em Nazaré

19:01 | Fev. 10, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O surfista brasileiro Lucas Chianca voltou a brilhar nesta quinta-feira nas míticas ondas gigantes da Nazaré, em Portugal, conseguindo pela segunda vez o melhor desempenho numa edição especial organizada pela World Surf League (WSL), enquanto a sua compatriota Maya Gabeira venceu no feminino.

A francesa Justine Dupont, grande favorita após a vitória na edição anterior, em dezembro passado, teve que sair após lesionar o pé no final da onda. Ela foi levada ao hospital para exames médicos.

Em ondas que chegaram a alcançar 15 metros, Chianca conseguiu vencer à frente do australiano Jamie Mitchell e do britânico Andrew Cotton.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Me sinto muito bem! Cumpri a missão, como tinha que ser feito. Hoje consegui fazer melhor porque as ondas estavam um pouco menores do que da última vez (em meados de dezembro, quando ele também venceu)", explicou Chianca à AFP.

Maya Gabeira, que detém o recorde mundial feminino da maior onda já surfada com 22,4 metros no dia 11 de fevereiro de 2020, também em Nazaré, foi a vencedora entre as mulheres.

A competição, que acontece em Tow-in (o surfista é lançado na onda por um jet-ski) começou nesta quinta-feira com neblina intensa. Os 18 surfistas convidados pela WSL foram divididos em nove equipes de dois, formando três grupos.

Cada grupo participou de duas sessões. Em cada sessão, os dois surfistas se alternavam: um surfava enquanto o outro pilotava o jet-ski.

As duas melhores ondas de cada surfista eram levadas em consideração para a atribuição de uma pontuação final individual.

Nazaré se tornou nas últimas duas décadas o epicentro dos surfistas que procuram ondas grandes, juntamente com Jaws, no Havaí, Estados Unidos. Enormes ondas rolam a um ritmo alucinante neste ponto de Portugal de outubro a março, graças a um desfiladeiro subaquático de cinco quilômetros de profundidade.

A WSL organiza competições de surf de ondas gigantes em diferentes formatos. Em 2022 serão três eventos. A primeira foi esta quinta-feira em Nazaré, a segunda será novamente em Nazaré (entre novembro e março de 2023) e a terceira no Havai (entre novembro e março de 2023).

sc-cc/dr/aam

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags