Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Jornalista especialista em Chechênia foge da Rússia após ameaças

08:09 | Fev. 04, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Uma repórter do jornal independente Novaya Gazeta especializada na situação da Chechênia fugiu da Rússia depois de receber ameaças do líder desta república do Cáucaso, anunciou a publicação.

"Levando em consideração as muitas ameaças pessoais feitas nos últimos dias pelas autoridades da Chechênia contra a jornalista Elena Milashina, a redação decidiu enviá-la para fora da Rússia", afirmou o Novaya Gazeta.

O jornal é um dos últimos redutos da imprensa livre na Rússia e seu diretor de redação, Dmitri Muratov, recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2021.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O compromisso do jornal, especialmente para denunciar as violações dos direitos humanos na Chechênia, custou as vidas de vários jornalistas, incluindo a famosa repórter Anna Politkovskaya.

As publicações de Milashina, especialmente suas reportagens sobre as execuções extrajudiciais, provocaram a ira das autoridades da Chechênia.

Em janeiro, o autoritário dirigente checheno Ramzan Kadyrov chamou Milashina de "terrorista" em uma mensagem no Telegram, o que levou o Novaya Gazeta a apresentar uma denúncia por "incitação ao ódio".

"Fontes de alto escalão me falaram que a ameaça contra minha segurança é bastante elevada, então vou levar em consideração, mesmo não gostando", disse a jornalista ao canal de televisão de oposição Dojd.

Além disso, algumas fontes informaram que a esposa de um ex-juiz federal russo de origem chechena e que é um opositor de Karynov foi detida no norte da Rússia e levada contra sua vontade para este território do Cáucaso.

Diante das acusações de inação, o Kremlin afirma que perdeu o controle das autoridades da Chechênia, território onde foram travadas duas guerras violentas entre russos e separatistas e depois contra a rebelião islamita.

pop/alf/ia/an/mar/fp

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar