Participamos do

Quase 100 potenciais túmulos encontrados em escola para indígenas no Canadá

07:03 | Jan. 26, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Uma comunidade indígena no Canadá identificou 93 "potenciais" túmulos em uma antiga escola residencial, meses após a descoberta de centenas de restos mortais de crianças em internatos, um fato que abalou o país.

A comunidade 'Williams Lake First Nation' (WLFN) afirmou na terça-feira que uma pesquisa geofísica revelou "93 reflexos" com características "indicativas de potenciais enterros humanos" na antiga escola residencial St. Joseph's Mission na Colúmbia Britânica.

Os investigadores "examinaram aproximadamente 14 hectares dos 480 hectares do local", que fica quase 300 quilômetros ao norte de Kamloops, onde os restos mortais de 215 crianças foram encontrados em maio do ano passado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Desde maio, mais de 1.000 sepulturas anônimas foram encontradas perto de antigas "escolas residenciais para indígenas" administradas por grupos religiosos, o que revelou um capítulo sombrio da história do Canadá e sua política de assimilação forçada.

Milhares de crianças indígenas estudaram na St. Joseph's Mission entre 1886 e 1981, segundo a WLFN. No início de janeiro, o governo anunciou um financiamento de 1,9 milhão de dólares canadenses (US$ 1,5 milhão) para investigar o local.

O primeiro-ministro Justin Trudeau afirmou que a notícia dos potenciais túmulos "traz muitas emoções angustiantes à tona".

Muitas investigações sobre antigas escolas residenciais estão em curso no país, onde se calcula o desaparecimento de entre 4.000 e 6.000 crianças.

Quase 150.000 crianças indígenas estudaram em escolas residenciais no Canadá, separadas de suas famílias e cultura.

ast/dax/sw/dva/dbh/zm/fp

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags