Participamos do

Filipinas estende restrições por covid-19 para fora da capital

11:20 | Jan. 04, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A partir desta quarta-feira (5), as Filipinas vão estender as restrições anticovid-19 já aplicadas em Manila para incluir 11 milhões de pessoas que vivem perto da capital, devido a uma explosão no número de casos - anunciou o governo.

As províncias de Bulacán, Cavite e Rizal, na periferia de Manila, foram postas em alerta, "devido ao forte aumento nos casos de covid-19", disse o porta-voz do governo, Karlo Nograles, em um comunicado divulgado nesta terça-feira (4).

As infecções diárias alcançaram o nível mais alto em dois meses, e o governo advertiu sobre um aumento nos próximos dias, após a detecção de vários casos da variante ômicron.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Sob as novas restrições, que ficarão em vigor até meados de janeiro, pessoas não vacinadas terão de ficar em casa, exceto para comprar bens essenciais, ou praticar exercícios.

Restaurantes, parques, igrejas e salões de beleza vão funcionar com capacidade reduzida, enquanto aulas presenciais e esportes de contato foram suspensos.

Manila se encontra em situação de alerta desde segunda-feira.

Cerca de 70% dos moradores da região metropolitana da capital têm o esquema completo de vacinação, mas este número cai para menos da metade entre a população total, segundo dados oficiais.

O Departamento de Saúde considera que o país inteiro, de 109 milhões de habitantes, encontra-se em situação de "alto risco", devido ao surto da ômicron, disse a subsecretária de Saúde, Rosario Vergeire, à rede CNN Filipinas.

O país acumula mais de 2,8 milhões de casos e mais de 51.000 mortes por covid-19.

rbl-mff/cgm/mtp/mas/dbh/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags