Participamos do

Casa Branca reforça que vacina da Johnson & Jhonson segue eficaz contra a covid

20:24 | Dez. 16, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um painel consultivo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos votou pela preferência de vacinas RNA contra a covid-19 da Moderna e Pfizer em relação a da Johnson & Johnson. Questionada sobre as implicações após anúncio do CDC, a vice-secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, reforçou que, até o momento, a J&J segue avaliada como eficaz para a proteção dos cidadãos americanos.

A porta-voz garantiu que a administração está pronta para agir caso haja alguma alteração na recomendação pelo CDC.

Jean-Pierre reforçou que o governo continuará a usar as ferramentas que sabe que funcionam, como a alta taxa de vacinação, para combater a pandemia. Até o momento, 71% dos americanos estão totalmente vacinados contra a covid-19 e 83% receberam ao menos uma dose do imunizante, informou a porta-voz.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags