Participamos do

El Salvador planeja emitir US$ 1 milhão em títulos públicos atrelados a bitcoin

16:41 | Nov. 23, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

El Salvador está planejando emitir US$ 1 bilhão em títulos lastreados em bitcoin no ano que vem, em um esforço de atrair capital criptográfico. O plano é vender todo o valor em títulos de 10 anos denominados em dólares, com cupom de 6,5%. Metade do dinheiro seria usado para comprar bitcoin e mantê-lo por cinco anos, enquanto o restante financiaria projetos de construção ligados à criptomoeda.

Neste ano, El Salvador se tornou o primeiro país do mundo a adotar o bitcoin como moeda nacional. Os títulos serão emitidos em parceria com a Blockstream, uma empresa de infraestrutura de ativos digitais, baseada no Canadá, e em blockchain, cuja tecnologia permite a negociação sem intermediários tradicionais, como bancos.

Parte dos fundos irá para a construção de uma "cidade Bitcoin" perto do vulcão Conchagua, que não terá impostos sobre renda, propriedade e ganhos de capital, disse o presidente Nayib Bukele no fim de semana.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Hoje, o Fundo Monetário Internacional disse que que os planos de El Salvador de usar os recursos de novas emissões de títulos soberanos para investir e negociar em bitcoin "exigirão uma análise muito cuidadosa das implicações e riscos potenciais para a estabilidade financeira".

O minúsculo país na América Central tem menos de US$ 3,4 bilhões em reservas de moeda estrangeira. El Salvador tem ainda um amplo déficit orçamentário e pagamentos de dívida significativos, com cerca de US$ 850 milhões vencendo no primeiro trimestre de 2022 e em torno de US$ 800 milhões, em 2023.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags