Participamos do

Americana é estuprada em trem e passageiros veem, mas não prestam socorro

O ataque só terminou após um funcionário do departamento de polícia da agência de transporte público entrar na locomotiva e socorrer a vítima
18:04 | Out. 21, 2021
Autor Mirtes Rodrigues
Foto do autor
Mirtes Rodrigues Estagiária
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Na última quarta-feira, 13, uma mulher foi estuprada dentro de um trem na Pensilvânia, Estados Unidos. No momento do ocorrido havia outras pessoas no veículo, porém nenhuma prestou socorro, assistindo à cena sem interromper a ação.

De acordo com a polícia do estado, fotos e vídeos foram feitos pelos presentes no local. Além disso, câmeras de segurança flagraram o momento em que o homem entra no trem e senta ao lado da vítima. Minutos depois, após puxar conversa com ela, o agressor começa o ataque, rasgando as roupas da mulher.

A agressão, que durou cerca de oito minutos, só terminou após um funcionário do departamento de polícia da SEPTA, agência de transporte público da Pensilvânia, entrar na locomotiva e socorrê-la.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo o jornal "The Washington Post", o resgate aconteceu na estação 69th Street Transportation, em Upper Darby, município do Condado de Delaware, na Pensilvânia.

Andrew Busch, porta-voz da companhia, lamentou a falta de empatia das testemunhas, que não ligaram para o 911 - número de discagem rápida para a emergência dos Estados Unidos - para pedir socorro à vítima. De acordo com o homem, se isso tivesse ocorrido, o resgate teria sido mais rápido.

Fiston Ngoy, de 35 anos, autor do crime, foi indiciado por crimes como agressão sexual agravada, por conter testemunhas no local no momento do ato. Ele está preso e sua fiança é de US$ 180 mil, cerca de R$ 992 mil.

Já a mulher, que teve sua identidade preservada, foi levada até um hospital, onde foram feita avaliações médicas.

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags