Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Covid-19: nova mutação da delta foi identificada nos EUA, mas não provocou surtos

Diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, Rochelle Walensky afirmou que uma nova mutação da cepa delta do coronavírus, nomeada "AY4.2" e primeiro registrada no Reino Unido, foi identificada nos Estados Unidos. Ela ressaltou, porém, que a "subvariante" não foi encontrada em surtos de covid-19.

Walensky também disse que não há evidência de que a AY4.2 diminui a eficácia das vacinas atualmente usadas no país. Segundo ela, na comparação dos últimos sete dias com a semana anterior, a média diária de casos de covid-19 entre americanos diminuiu 16%, a 75.572. Já as hospitalizações reduziram 10,7%, a 6.142, e os óbitos pela doença caíram 3%, a 1.260, seguindo o mesmo confronto.

Jeff Zients, um dos coordenadores da força-tarefa da Casa Branca contra a pandemia, disse que o governo americano tem doses suficientes para vacinar todas as crianças de 5 a 11 anos no país, e começará a fazê-lo assim que o Food and Drug Administration (FDA, a Anvisa americana) aprovar a aplicação dos imunizantes para esta faixa etária. Zients disse que a liberação deve ser dada nas próximas semanas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar