Participamos do

Casa Branca: FDA deve decidir nos próximos dias sobre reforço da Moderna e J&J

12:50 | Out. 13, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O coordenador da força-tarefa da Casa Branca para o combate à pandemia, Jeff Zients, afirmou nesta quarta-feira, durante uma coletiva de imprensa, que a Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) deve decidir nos próximos dias se recomenda ou não a dose de reforço das vacinas contra covid-19 das farmacêuticas Moderna e Johnson & Johnson.

A agência reguladora já recomendou a aplicação da terceira dose do imunizante fabricado pela Pfizer em parceria com a BioNTech.

De acordo com Zients, sete milhões de americanos já receberam a dose de reforço. Ainda segundo o coordenador da força-tarefa, 77% dos americanos elegíveis para vacinação já receberam pelo menos uma dose.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Zients também afirmou que a cada dia há mais evidências de que os requisitos de vacinação, por parte do governo e de empresas, têm funcionado para controlar a pandemia.

Ele citou a decisão da Boeing de exigir que todos os seus funcionários estejam completamente imunizados até dezembro. A fabricante de aviões é uma das companhias que mais empregam nos Estados Unidos.

"Continuaremos usando todas as ferramentas disponíveis para proteger as pessoas", prometeu Zients.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags