PUBLICIDADE
Mundo
Noticia

Sobe para nove o número de mortes confirmadas após desabamento na Flórida

14:55 | 27/06/2021

Subiu para nove o número de mortes confirmadas após o desabamento parcial de um edifício de 12 andares em Surfside, na região de Miami, na Flórida. Na manhã deste domingo, 27, equipes de busca ainda seguiam em um esforço contínuo para encontrar os mais de 150 desaparecidos. O desmoronamento aconteceu na madrugada de quinta-feira, 24.

"Encontramos outros quatro corpos nos escombros, além de restos humanos", disse a prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine Cava, em coletiva de imprensa, sem especificar quantos outros seguem desaparecidos. Uma quinta vítima morreu no hospital. Ela reiterou que estão sendo feitos "todos os esforços" para localizar os corpos.

Charles Burkett, prefeito de Surfside, afirmou que as buscas tiveram um progresso "substancial" nesta madrugada, e que o incêndio sob os escombros pareceu ter diminuído na manhã deste domingo. "Temos equipes de resgate de primeira classe. Temos cães farejadores. Não estamos pobres em recursos. Estamos com um problema de sorte. Tudo que precisamos ter é um pouco mais de sorte".

Em entrevista à rede de televisão ABC, ele também afirmou que equipes trabalharão sem parar até que todos os desaparecidos sejam encontrados. "Estamos operando 24 horas por dia, sem parar, com nada mais em nossas cabeças, apenas com o objetivo de recuperar com segurança os familiares perdidos", disse.

Todo o trabalho está sendo feito de maneira minuciosa e lenta, e os temores são de que o número de mortos fique cada vez maior a cada hora que passa, ainda que as equipes ressaltem que ainda possam haver sobreviventes nos escombros.

Até agora, quatro vítimas foram identificadas. Além de Stacy Dawn Fang, de 54 anos, a primeira a ser reconhecida, foram anunciados os nomes de Antonio Lozano, de 83 aos, Gladys Lozano, de 79, e Manuel Lafont, de 54. Antonio e Gladys estavam no apartamento 903, enquanto Lozano estava no apartamento de número 801.

Uma criança brasileira está entre os desaparecidos. Lorenzo, de cinco anos, estava com o pai no apartamento no momento do desmoronamento. A mãe, Raquel Oliveira, estava viajando no dia.

O condomínio Champlain Towers fica na Collins Avenue, no canto sudeste de Surfside. A edificação foi construída em 1981 e tinha 12 andares e 136 apartamentos - estima-se que 55 deles desmoronaram. Algumas unidades de dois quartos são negociadas atualmente no mercado com preços entre US$ 600 mil e US$ 700 mil, segundo a polícia local (entre R$ 3 milhões e R$ 3,5 milhões na cotação atual). (Com agências internacionais)