PUBLICIDADE
Mundo
Noticia

Vacina cubana Abdala apresenta eficácia de 92% contra a Covid-19, diz laboratório

De acordo com o laboratório BioCubaFarma, responsável pela elaboração do imunizante, a vacina cubana precisa ser aplicada em três doses

17:14 | 22/06/2021
Vacina cubana possui 92% de eficácia contra a Covid-19 (Foto: Thais Mesquita)
Vacina cubana possui 92% de eficácia contra a Covid-19 (Foto: Thais Mesquita)

Atualizada às 23h20min

A corrida em busca de imunizantes segue acelerada em todo o mundo mesmo com o processo de vacinação bem adiantado em alguns países. Nesta semana, mais uma vacina apresentou resultados satisfatórios em testes realizados. O imunizante Abdala, produzido em Cuba, apontou 92,28% de eficácia após a aplicação de três doses. O comunicado foi feito pelo próprio laboratório responsável pelo imunizante, BioCubaFarma.

Por meio das redes sociais, o feito foi comemorado pelo presidente cubano Miguel Díaz-Canel, que dois dias antes já havia anunciado os resultados positivos de um outro imunizante cubano, o Soberana 2, que possui eficácia de 62% com duas doses aplicadas. Até o momento, nenhum estudo científico foi publicado sobre a vacina cubana.

"Golpeados por duas pandemias (Covid-19 e o Bloqueio), nossos cientistas de Finlay e CIGB, saltaram por cima de todos os obstáculos e nos deram duas vacinas muito efetivas", destacou o presidente.

O ministro das relações exteriores também utilizou as redes sociais para comemorar os resultados alcançados pelos imunizantes produzidos no país.

"A confiança do povo e do governo cubano em suas instituições científicas tem uma resposta: Abdala, em suas três doses, possui uma eficácia de 92,28%", comemorou Bruno Rodríguez.

LEIA TAMBÉM | Primeiro lote com vacinas da Janssen chega ao Brasil com 1,5 milhão de doses

Governo comprou vacina indiana por preço 1.000% maior do que o estimado pelo próprio fabricante

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pede uma eficácia mínima de 50% para que um imunizante seja aprovado pela organização. Desde o começo da pandemia, Cuba já registrou 1.180 óbitos por Covid-19, sendo 203 mortes só neste mês de junho. No último dia 21, mais 1.489 casos foram confirmados na ilha.

Até o último dia 20 de junho, mais de 2,2 milhões de pessoas já haviam recebido pelo menos uma dose de algum dos imunizantes disponíveis no país. Com 11,2 habitantes, o governo cubano pretende vacinar toda a população até o fim de 2021.