Participamos do

Paciente idoso tem perna errada amputada em hospital na Áustria

Em um comunicado divulgado nessa quinta-feira, 20, a unidade de saúde atribuiu o "erro trágico" a uma falha humana
17:58 | Mai. 21, 2021
Autor Mirla Nobre
Foto do autor
Mirla Nobre Repórter-trainee
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Atualizada no dia 22/05, às 10h43min

Um hospital na Áustria responde por erro médico que resultou na amputação da perna errada de um paciente, de 82 anos, na última terça-feira, 18. O caso ocorreu na Clínica Freistadt, no estado da Caríntia. Em um comunicado divulgado nessa quinta-feira, 20, a unidade de saúde atribuiu o “erro trágico” a uma falha humana. O homem passa bem, e uma nova operação para a amputação da perna esquerda, a correta, será realizada em breve. As informações são da IstoÉ.

O paciente precisava remover a perna esquerda em virtude de complicações relacionadas a doenças anteriores. No entanto, os cirurgiões marcaram o membro errado antes de levá-lo para a sala cirúrgica e amputaram a perna direita. O erro só foi percebido durante uma troca de curativo por uma enfermeira na quinta-feira. A clínica prometeu uma investigação completa sobre o erro, bem como uma revisão de padrões.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA TAMBÉM | Clínica perde mil vacinas anticovid após funcionário desligar refrigerador para carregar celular

“Estamos profundamente chocados que na terça-feira, apesar dos padrões de garantia de qualidade, a perna errada de um homem de 82 anos foi amputada. Infelizmente, o erro, no qual a perna direita foi removida em vez da esquerda, ocorreu como resultado de uma sequência de circunstâncias infelizes”, disse a clínica em comunicado.

O paciente recebeu assistência psicológica e ainda deve ser submetido a outra operação para remover a perna esquerda. “A operação está planejada para breve”, informou a clínica. As informações são do portal UOL.

ERRAMOS: Por erro, a foto publicada originalmente nesta matéria era de uma cirurgia com médicos da Maternidade Escola Assis Chatoubriand (Meac). Esses profissionais não tem nenhuma relação com a notícia, que se refere a um erro médico ocorrido na Áustria. O POVO apagou a imagem após tomar ciência do equívoco e pede desculpas aos profissionais e à unidade de saúde.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags