Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Como desencalhar um navio cargueiro em um canal?

Como desencalhar um navio carregado de contêineres de 400 metros de comprimento na costa de um canal essencial para o comércio mundial?
16:11 | Mar. 26, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

Como desencalhar um navio carregado de contêineres de 400 metros de comprimento na costa de um canal essencial para o comércio mundial? Cavando, retirando areia, puxando com rebocadores e torcendo para dar certo.

As tentativas desta sexta-feira (26) foram em vão e o "Ever Given" continuava preso desde a terça-feira no Canal de Suez, segundo a empresa Bernhard Schulte Shipmanagement (SPM), com sede em Singapura e responsável pela gestão técnica da embarcação.

"Em relação a todas as operações de resgate que pude realizar, isso parece ser desconcertantemente simples", disse à AFP o ex-comandante Yvon Mounes, especialista em operações de reboque e responsável pelas ações de resgate do armador Les Abeilles.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"É claro que você tem o bulbo da proa [a protuberância na frente do barco] na areia, mas isso não é realmente um problema", explicou ele. "A areia é removida e o navio flutua naturalmente!"

A princípio, o navio não ficaria danificado, porque naquela área não há pedras, segundo ele.

O "Ever Given" "não está apenas encalhado na areia na superfície, mas também preso dentro da costa", disse à AFP Plamen Natzkoff, especialista da consultoria VasselsValue.

"Será necessário cavar onde o navio está preso, para que ele possa se mover novamente. E isso, claramente, é um grande trabalho", disse Natzkoff.

Para isso, segundo o especialista, serão necessárias escavadeiras para cavar na costa e dragas para sugar a areia debaixo do barco. Em seguida, os rebocadores podem intervir.

"O Egito tem capacidade para fornecer a mão de obra necessária. Mas está claro que este é um grande desafio logístico e que levará tempo", afirmou.

As equipes de resgate devem se apressar para aproveitar a maré alta da noite de domingo. "Se eles não conseguirem desbloqueá-lo, a próxima maré alta só chegará nos próximos quinze dias e isso pode ser problemático", acrescentou.

Para domingo, está prevista a implantação de mais dois rebocadores, entre 220 e 240 toneladas, explicou a Bernhard Schulte Shipmanagement.

Mas ninguém sabe prever com certeza quanto tempo durarão as operações.

Um funcionário da empresa holandesa Smit Salvage, que foi chamada para resgatar o navio, disse na quarta-feira que pode levar "dias ou até semanas" para liberar o "Ever Given".

mba-sf-liu/ico/oaa/jvb/jz/jc/mvv

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar