PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

UE usará sanções contra autoridades chinesas por violações de direitos humanos

18:00 | 11/03/2021

A União Europeia está pronta para atingir a China com sanções, tendo quatro pessoas e uma entidade envolvidas em violações de direitos humanos em Xinjiang como alvo, de acordo com diversos diplomatas. Seria a primeira ação do bloco neste sentido desde os acontecimentos na praça de Tiananmen, em 1989.

Os tomadores de decisão chegaram a este acordo nesta quinta-feira, após uma série de negociações, em meio à divisão do bloco sobre a postura quanto a Pequim.

As sanções envolvem banimento de viagem e congelamento de ativos, e são uma resposta às alegações de governos ocidentais sobre abusos contra a minoria uigur, que envolvem as acusações de cometimento de genocídio. A decisão ainda precisa ser finalizada formalmente, o que deve ocorrer até o final de março.