PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Jogos Olímpicos de Tóquio devem acontecer sem público estrangeiro, diz imprensa japonesa

O governo e o comitê organizador dos Jogos devem realizar uma reunião remota com o Comitê Olímpico Internacional para tomar uma decisão formal sobre o caso

12:31 | 09/03/2021
Os Jogos Olímpicos de Tóquio começarão em 23 de julho de 2021 (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP)
Os Jogos Olímpicos de Tóquio começarão em 23 de julho de 2021 (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP)

O Governo japonês deve excluir estrangeiros das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio como parte dos esforços para prevenir a disseminação do novo coronavírus. Segundo informações do Kyodo News e de outros veículos locais nesta terça-feira, 9, os organizadores estão pensando em não autorizar a presença de turistas estrangeiros.

O governo e o comitê organizador dos Jogos devem realizar uma reunião remota com o Comitê Olímpico Internacional e duas outras entidades no final deste mês para tomar uma decisão formal sobre a questão dos visitantes estrangeiros.

A cerimônia que dá início ao revezamento da Tocha Olímpica para os Jogos de Tóquio-2020 provavelmente acontecerá sem espectadores, mas o público poderá assistir ao revezamento, informou um jornal japonês também nesta terça-feira, 9. De acordo com o jornal Yomiuri, os organizadores das Olimpíadas de Tóquio, que serão realizadas em julho, querem evitar uma multidão na largada do revezamento da tocha olímpica marcada para 25 de março em Fukushima. Inicialmente, eram esperadas 3.000 pessoas para o evento.

A comissão organizadora dos Jogos não se manifestou para confirmar a informação à AFP. Tóquio-2020 anunciou no final de fevereiro as regras rígidas que devem ser respeitadas por quem deseja ver a chama passar, como o uso da máscara e evitar gritos.

A presença de pessoas em alguns pontos do percurso será autorizada apenas sob reserva prévia e as informações relativas aos carregadores da tocha serão comunicadas no último momento para evitar aglomerações.

Alguns trechos do revezamento também poderão ser cancelados para evitar o risco de contágio do coronavírus, especificaram os organizadores. As Olimpíadas de Tóquio, adiadas no ano passado por conta da pandemia, estão programadas para ser disputadas entre 23 de julho e 8 de agosto, apesar da persistência da crise sanitária no mundo.

Antes do final de março será decidido se a presença de espectadores do exterior será permitida durante os Jogos. A capacidade máxima dos estádios olímpicos será anunciada em abril.

(Com informações da AFP e do O Globo)