PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Colisão entre veículo de passageiros e caminhão deixa 13 mortos na Califórnia

19:55 | 02/03/2021

Uma colisão entre um veículo de passageiros superlotado e um caminhão deixou pelo menos 13 mortos nesta terça-feira, 2, no sul do Estado americano da Califórnia, de acordo com a polícia e o hospital que recebeu algumas das vítimas do acidente.

"Havia 25 pessoas no veículo. Infelizmente, 12 dos ocupantes, incluindo o motorista, morreram no local e outra pessoa morreu devido aos ferimentos após ser levada ao hospital", disse a polícia.

Judy Cruz, chefe de emergências do centro médico El Centro, perto da fronteira mexicana, afirmou que seis pessoas foram atendidos na emergência. Ao menos outras cinco vítimas da colisão, ocorrida em circunstâncias ainda a serem determinadas, foram transferidas de helicóptero para outros hospitais da região, informou Cruz.

De acordo com um membro da polícia rodoviária da Califórnia Jack Sánchez, em declarações ao jornal USA Today, o SUV envolvido no acidente é um Ford Expedition, modelo com capacidade máxima para oito passageiros, segundo a página da fabricante. Entre os hospitalizados, está o condutor do caminhão, que apresentou ferimentos leves, afirmou Sánchez.

O acidente ocorreu por volta das 6h na rodovia nacional 115, perto de Holtville, dez quilômetros ao norte da fronteira entre os Estados Unidos e o México, segundo os serviços de resgate.

As primeiras imagens da colisão divulgadas por veículos de imprensa locais mostram um caminhão (carregado com cascalho) incrustado na lateral de um grande SUV bordô, aparentemente com placa da Califórnia. A cabine do caminhão ficou quase intacta, mas o outro veículo, embora tenha se mantido sobre as quatro rodas, ficou muito danificado.

"Algumas das vítimas foram jogadas na estrada, na lateral e morreram devido aos ferimentos. Outras foram encontradas mortas dentro do veículo e outros ficaram feridas e conseguiram sair por conta própria", explicou o chefe da polícia rodoviária da Califórnia, Omar Watson.

Acredita-se que algumas das vítimas sejam do México, então a polícia está trabalhando com o consulado daquele país "para determinar quem exatamente estava no veículo e para garantir que as famílias sejam notificadas", disse Watson. (Com agências internacionais)