PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Defesa de Trump chama alegação de impeachment de 'absurdas'

22:23 | 12/02/2021

A defesa do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump rejeitou as alegações dos democratas de que o mandatário incitou a invasão no Capitólio, e as qualificou como "absurdas", afirmando que suas exortações aos apoiadores para "lutar" eram retórica política padrão. A refutação abriu caminho para uma votação no Senado já amanhã sobre a decisão de condenar ou absolver Trump. Usando menos de três das 16 horas a que tinham direito, os advogados do ex-presidente deram espaço para o julgamento de impeachment ser o mais rápido da história do país.

"O que eles estão fazendo é tentar traçar uma equivalência falsa e perigosa para distrair os indícios de Trump, convidando e incitando a multidão e, em seguida, falhando em seu juramento de proteger o Capitólio e todos nele", afirmou o senador democrata Richard Blumenthal.

A Câmara dos Representantes acusou Trump por um artigo de incitação à insurreição, dizendo que o então presidente fez declarações que encorajaram a rebelião, como "se você não lutar como o inferno, você não terá mais um país". Todos os 50 democratas e pelo menos 17 republicanos serão obrigados a condenar Trump no Senado, e apenas alguns membros da oposição até agora indicaram que poderiam votar pela condenação.

Muitos republicanos, incluindo aqueles que indicaram que votarão pela absolvição, pontuaram que Trump tem alguma responsabilidade pelo motim, mesmo que não tenha resultado em uma ofensa passível de impeachment. Após o encerramento da sessão de hoje, ambos os lados devem apresentar os argumentos finais no sábado antes de proceder à votação, se nenhum dos lados se mover para chamar mais testemunhas.

Fonte: Dow Jones Newswires.