PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Biden apoia ex-ministra das Finanças da Nigéria como diretora-geral da OMC

21:48 | 05/02/2021

A administração do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta sexta, 5, que irá apoiar Ngozi Okonjo-Iweala como diretora-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), horas depois do ministro da Comércio da Coreia do Sul, Yoo Myung-hee, ter abandonado a disputa. Okonjo-Iweala é ex-ministra das Finanças da Nigéria, e vê um reforço em seu caminho para ser a primeira pessoa africana a comandar a OMC. Há grande apoio à nigeriana, mas o governo de Donald Trump tinha preferência pelo sul-coreano.

Em comunicado, o escritório do representante de Comércio dos EUA afirma que Okonjo-Iweala "traz uma riqueza de conhecimento em economia e diplomacia internacional, por seus 25 anos no Banco Mundial e dois mandatos como ministra das Finanças da Nigéria." A nomeação de um novo diretor-geral permitirá que os membros da OMC comecem a enfrentar alguns dos principais desafios que têm prejudicado a organização nos últimos anos, incluindo a disfunção de seu sistema de solução de controvérsias e subsídios.

A liderança da OMC é escolhida por consenso, não eleições, o que foi facilitado com a saída da disputa de Myung-hee. Okonjo-Iweala tem apoio de governos africanos, da União Europeia e do Caribe. (FONTE: DOW JONES NEWSWIRES)