PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Iraque: Militares afirmam ter desarmado uma mina acoplada a um navio petroleiro

20:34 | 02/01/2021

Militares do Iraque afirmaram neste sábado (2) terem desarmado uma mina que foi descoberta junto a um navio petroleiro no Golfo Pérsico dois dias antes. O comunicado afirma que as autoridades iraquianas abriram uma investigação após o incidente. Nenhum grupo foi culpado pela colocação dos explosivos.

O anúncio veio um dia após o país confirmar relatos de empresas de segurança privada de que uma mina havia sido encontrada ao lado de um navio alugado pela Empresa de Comercialização de Petróleo do Iraque, conhecida como SOMO, durante o reabastecimento de outra embarcação. O comunicado oficial não deu detalhes, mas os relatórios haviam afirmado que a mina do tipo Limpet estava ligada no MT Pola, um navio com bandeira da Libéria.

Minas do tipo Limpet são acopladas a um navio, em geral por mergulhadores de forças especiais. A explosão tem o potencial de danificar uma embarcação de forma significativa.

A descoberta ocorreu em meio a uma escala de tensões entre outro país da região, o Irã, e os Estados Unidos, nos últimos dias da gestão do presidente americano, Donald Trump. Os EUA conduziram voos de bombas B-52 e enviaram um submarino nuclear ao Golfo Pérsico, no que oficiais da gestão Trump afirmam ser uma prevenção a um possível ataque iraniano no aniversário de um ano da morte do general iraniano Qassem Soleimani, assassinado por um drone dos EUA.