PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Homem trans dá à luz a uma menina e relata parto humanizado no Instagram

Danny Wakefield compartilhou os momentos em seu perfil no Instagram. O influencer é conhecido nas redes sociais por relatar sua rotina como um homem trans e gordo.

14:12 | 04/12/2020
Danny Wakefield deu à luz no último sábado, 28 (Foto: Reprodução/Instagram)
Danny Wakefield deu à luz no último sábado, 28 (Foto: Reprodução/Instagram)

Danny Wakefield, um homem trans do estado norte-americano de Washington, viralizou na última semana após mostrar todo o processo do nascimento de sua filha via redes sociais. Através do parto humanizado, Danny compartilhou fotos e vídeos de Wilder Lea, após dez horas de trabalho de parto.

Em uma sequência de seis fotos, Danny mostra o nascimento da filha. Na última, é possível ver o pai da criança com ela nos braços. Ele contou um pouco do processo na publicação via Instagram. "Esta pequenina veio tão rápido depois que comecei a empurrar que meus lábios [vaginais] foram divididos no meio, além de precisar de cinco pontos internos. Até que eles cicatrizem, eu tenho quatro lábios labiais e nunca me senti mais durão com os ferimentos de batalha em toda a minha vida", destacou.

Antes da publicação, Wakefield postou um vídeo em que mostra seu empurrão para a saída do bebê. Ao seu lado, está a mãe da criança. "Nunca me senti mais poderoso e orgulhoso em toda a minha vida. A história de nascimento eu vou contar, eventualmente. Mas, por enquanto, aqui está a coisa mais épica que já fiz. Que equipe de parto incrível eu tive", agradeceu.


A bebê segue bem. Em atualizações posteriores ao vídeo, Danny compartilhou fotos da criança. "Estou aqui para isso! #dadlife (#vidadepai, em português)".


Danny é um influencer conhecido nas redes sociais por trazer detalhes sobre seu processo de transição de gênero. Momentos antes do nascimento de Wilder, Danny compartilhou um texto na mesma rede social sobre a relação do corpo trans e o olhar gentil para o corpo do outro.

Ele contou sobre ter engordado trinta quilos durante a gravidez e a negação enquanto um homem trans e gordo. Entretanto, percebeu que o melhor a se fazer era aceitar quem era. "A gravidez me deu a permissão de que precisei durante toda a minha vida para amar meu corpo no nível que minha alma sente", contou.

"Eu sou recebido diariamente com comentários sobre o quão grande é meu corpo e para as pessoas separando algumas das melhores partes de mim. Mas o que eles não veem é quão longe este corpo chegou. Por favor, pare de comentar sobre o corpo de outras pessoas. Você nunca sabe o que outra pessoa está passando, ou quão perto da morte ela realmente está, independentemente de quão “boa” ela possa parecer", pediu o influencer.