PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Primeiro homem curado do HIV morre de câncer nos EUA

Timothy Ray Brown, conhecido como o 'Paciente de Berlim', ficou livre do vírus após um transplante de medula em 2007

08:59 | 30/09/2020
Em 4 de março de 2019, Timothy Ray Brown foi fotografado em Seattle, nos Estados Unidos (Foto: Manuel Valdes/AP)
Em 4 de março de 2019, Timothy Ray Brown foi fotografado em Seattle, nos Estados Unidos (Foto: Manuel Valdes/AP)

O primeiro paciente do mundo livre do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), Timothy Ray Brown, de 54 anos, morreu vítima de leucemia na Califórnia, nos Estados Unidos nessa quarta-feira, 30. O anúncio foi feito pelo seu companheiro, Tim Hoeffgen, nas redes sociais.

"É com grande tristeza que anuncio que Timothy morreu esta tarde cercado por mim e amigos, após uma batalha de cinco meses contra a leucemia", afirmou Tim no Facebook, segundo a agência de notícias Reuters.

Timothy era americano e ficou conhecido por anos como o "Paciente de Berlim". Em 2007 ele recebeu um transplante de medula na Alemanha de um doador com resistência natural ao HIV.

Acreditava-se que ele tinha sido curado da leucemia, além de ter se livrado do vírus que provoca a Aids. Porém, em setembro deste ano Timothy anunciou que o câncer tinha voltado de forma agressiva.

O caso do americano inspirou uma geração de cientistas e deu esperança a pacientes infectados de que um dia será encontrada uma cura para aids.

LEIA MAIS | Paciente em Londres pode ser segundo caso de cura do HIV

Com informações do portal G1