PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Satélite da Nasa retorna à Terra após 56 anos

A agência espacial afirmou que o satélite vai se despedaçar na atmosfera e sua queda não apresenta risco

20:04 | 28/08/2020
Satélite vai finalizar o processo de retorno à Terra (Foto: Divulgação)
Satélite vai finalizar o processo de retorno à Terra (Foto: Divulgação)

O Orbiting Geophysics Observatory 1 (OGO-1), um dos satélites mais antigos da Nasa está previsto para retornar à Terra neste sábado, 29, por volta das 17h10min, de acordo com cientistas, sobre o Oceano Pacífico Sul. O OGO-1 foi lançado pela Nasa em 5 de setembro de 1964, sendo desativado oficialmente em 1971, girando em desuso até o momento ao redor da Terra, até que fosse capturado pela gravidade terrestre.

O satélite foi o primeiro de uma série de satélites lançados pelos Estados Unidos para registrar dados sobre o campo magnético da Terra, e suas interações com o Sol. Ele coletou dados até 1969. Observações feitas por astrônomos do programa de monitoramento Catalina Sky Survey (CSS), da Universidade do Arizona e com ligação com a Nasa, concluíram que o satélite, desde terça-feira, 25, iniciou sua trajetória de volta à Terra, e cairá em região do oceano entre o Taiti e as Ilhas Cook, de acordo com comunicado oficial.

A agência espacial afirmou que o satélite vai se despedaçar na atmosfera e sua queda não apresenta risco. Da mesma série de satélites, ao todo, seis, o OGO-1 é o único que ainda está no espaço.