PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Mestre das trilhas sonoras, compositor italiano Ennio Morricone morre aos 91 anos

Em 2016, ele venceu o primeiro Oscar, pela trilha sonora do filme "Os Oito Odiados" de Quentin Tarantino

08:07 | 06/07/2020
Ennio Morricone durante uma entrevista em 3 de julho de 2017 em Roma  

 (Foto: AFP/Arquivos)
Ennio Morricone durante uma entrevista em 3 de julho de 2017 em Roma (Foto: AFP/Arquivos)

O célebre compositor italiano Ennio Morricone, um dos músicos mais admirados e premiados do mundo do cinema, faleceu em Roma aos 91 anos, informou a imprensa italiana, que citou pessoas próximas da família.

Morricone estava hospitalizado em uma clínica da capital italiana após sofrer uma queda na qual fraturou o fêmur, de acordo com as mesmas fontes. Ennio Morricone faleceu em" 6 de julho reconfortado pela fé", afirma em um comunicado o advogado e amigo da família Giorgio Assuma.

Ele permaneceu "totalmente lúcido e com uma grande dignidade até o último momento", completa o comunicado.O venerado músico compôs a trilha sonora de dezenas de filmes, incluindo os temas imortais de "Três Homens em Conflito", "Cinema Paradiso" e "A Missão". Em 2016 venceu o primeiro Oscar, pela trilha sonora do filme "Os Oito Odiados" de Quentin Tarantino.

Em 2007, já havia recebido um Oscar honorário por sua abundante e elogiada carreira musical.Há apenas alguns dias Morricone foi premiado, ao lado do também compositor John Williams, com o prêmio Princesa das Astúrias das Artes na Espanha."Adeus mestre e obrigado pelas emoções que nos presenteou", escreveu no Twitter Roberto Speranza, ministro italiano da Saúde.