PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Empresa alerta sobre vírus sendo compartilhado em arquivos com informações sobre o coronavírus

E-mails contendo supostas informações sobre o coronavírus, carregados de arquivos maliciosos que podem causar problemas à dispositivos eletrônicos foram identificados

14:20 | 06/02/2020
É preciso atenção ao clicar em links enviados por aplicativos de mensagens, emails e sms
É preciso atenção ao clicar em links enviados por aplicativos de mensagens, emails e sms (Foto: O POVO.DOC)

Documentos supostamente informativos sobre o coronavírus começaram a ser compartilhados, principalmente via emails e aplicativos de mensagens, contendo material que comprometem dados pessoais de contas em dispositivos eletrônicos. O problema foi descoberto pela empresa de cibersegurança russa Kaspersky. No momento, as mensagens identificadas estão em inglês, o que indica que a disseminação ainda não é tão forte no Brasil. 

Os nomes dos arquivos compartilhados podem indicar que há informações sobre as novidades em relação ao vírus, como se proteger do vírus, entre outros, e contém arquivos nos formatos .pdf, .mp4, .docx, entre outros. Ao abrir o documento, o dispositivo eletrônico é atingido por malwares, que são arquivos que causam problemas em computadores e para os usuários. Por meio dos vírus, informações pessoais de usuários podem ser acessadas, é possível restringir acesso à internet e copiar dados bancários, por exemplo.

"Como as pessoas estão buscando conhecimento no tema, é mais comum elas clicarem nos links e caírem nessa armadilha", conta Fábio Assolini, porta voz no Brasil da Kaspersky.

Em lista divulgada, principais arquivos relacionados ao coronavírus são:
Worm.VBS.Dinihou.r
Worm.Python.Agent.c
UDS: DangerousObject.Multi.Generic
Trojan.WinLNK.Agent.gg
Trojan.WinLNK.Agent.ew
HEUR: Trojan.WinLNK.Agent.gen
HEUR: Trojan.PDF.Badur.b


Para se proteger contra links suspeitos, tome os seguintes cuidados
1- Busque informações em fontes oficiais, como médicos, portais de notícias conhecidos e órgãos do governo, para obter informações, e não clique em links suspeitos.
2- Preste atenção na extensão dos materiais compartilhados.
3- Use antivírus em computadores e celulares.
4- Desconfie de emails e mensagens recebidas, além de ter muito cuidado antes de fazer um download.
5- Limite o compartilhamento de arquivos em sites e aplicativos.

Fonte: Galileu