Participamos do

Exército do Irã diz que 'duvida' de ameaças de ataque de Trump

Objetivo seria desviar a atenção da opinião pública dos atos "odiosos e injustificáveis"
00:00 | Jan. 05, 2020
Autor Jornal do Commercio
Foto do autor
Jornal do Commercio Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmar que tem 52 alvos para lançar caso o Irã busque vingança pela morte do general, o Exército do país afirmou que "duvida" que o americano tenha coragem de ir em frente com seus planos.

"Num potencial conflito no futuro, o que eu não acredito que eles [americanos] tenham coragem de realizar, vai ficar mais claro onde os números 5 e 2 vão se encaixar", disse o general Abdolrahim Musavi, de acordo com a agência iraniana Irna.

Ainda de acordo com ele, o objetivo é desviar a atenção da opinião pública dos atos "odiosos e injustificáveis".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O ministro das Comunicações e Tecnologia da Informação do Irã, Mohammad Javad Azari-Jahromi, também criticou Trump. Pelo Twitter, ele chamou o presidente norte-americano de 'terrorista de terno'.

Do Jornal do Commércio para a Rede Nordeste

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar