PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Vídeo: garoto cego toca bateria com banda favorita e emociona plateia e pais em show no Japão

O menino de 12 anos é apaixonado pelo instrumento e treinou por quatro anos e meio até conseguir realizar seu sonho. "Mamãe, obrigado por me criar. Sou muito feliz por ter nascido como eu", disse Hibiki Sakai

16:00 | 14/06/2019
Cego desde quando nasceu, o menino de 12 anos tocou bateria na abertura da apresentação do grupo japonês em Osaka e emocionou não apenas seus pais, mas toda a plateia e até os músicos.
Cego desde quando nasceu, o menino de 12 anos tocou bateria na abertura da apresentação do grupo japonês em Osaka e emocionou não apenas seus pais, mas toda a plateia e até os músicos. (Foto: Reprodução YouTube)

O pequeno morador da cidade de Osaka no Japão, Hibiki Sakai, de 12 anos, emocionou seus pais, a plateia e os músicos de sua banda favorita Def. Tech, depois de se apresentar tocando bateria. O garoto, que é cego desde que nasceu, é apaixonado pelo instrumento e treinou por quatro anos e meio até conseguir realizar seu sonho.

Tudo começou em 2013, quando Hibiki foi pela primeira no show da Def. Tech e pode conhecer os músicos, que impressionados com as habilidades do pequeno fã, resolveram lançar o desafio. “Vamos te esperar por quatro anos. Você consegue, você tem quatro anos”. E finalmente em julho de 2018, ele pode mostrar o resultado dos treinamentos musicais após divulgar um vídeo que foi exibido só agora pela emissora norte-americana NBC.

Os pais de Hibiki contam que desde os três anos o menino já demonstrava interesse pela música, especialmente pela bateria. Nesta idade, o pai do garoto o colocou pela primeira vez na frente do instrumento e ele começou a brincar com as baquetas e nunca mais parou.

Confira o vídeo da apresentação de Hibiki Sakai

Após ter sido desafiado pela banda, Sakai passou a ter aulas semanais com professores particulares e decidiu se profissionalizar na música.

Durante o show, Hibiki agradeceu pela receptividade da plateia e ainda aproveitou para deixar um recado para a mãe. “Mamãe, obrigado por me criar. Sou muito feliz por ter nascido como eu. Trabalharei duro e passarei minha vida como um baterista profissional. Mamãe, não chore mais”, falou.

Redação O POVO Online