PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Reino Unido intercepta 74 imigrantes tentando atravessar o Canal da Mancha

19:53 | 01/06/2019
A Força de Fronteira Britânica interceptou 74 pessoas neste sábado em oito navios que tentavam atravessar o Canal da Mancha para a Grã-Bretanha. Dois outros barcos foram parados pelas autoridades francesas.
As nacionalidades dos imigrantes não foram divulgadas. Autoridades disseram que uma investigação criminal estava em andamento. A Guarda Costeira britânica informou que os incidentes se estenderam ao longo da costa sudeste da Grã-Bretanha, do porto de Dover até a praia de Winchelsea, perto de Hastings, a 80 quilômetros de distância.
O secretário do Interior do Reino Unido, Sajid Javid, disse que trabalharia com as autoridades francesas de fronteira para impedir o aumento do tráfico de pessoas do outro lado do canal.
As intercepções em um dia excepcionalmente ensolarado elevam as preocupações de que a melhora do clima da região encoraje os contrabandistas a tentar a sorte de levar mais imigrantes da França para o Reino Unido.
"Aqueles que escolherem fazer essa jornada perigosa em uma das mais movimentadas rotas marítimas do mundo estão colocando suas vidas em grave perigo - e vou continuar fazendo tudo o que puder para detê-los", disse Javid, em um comunicado.
"É um princípio estabelecido que aqueles que precisam de proteção devem reivindicar asilo no primeiro país seguro e, desde janeiro, mais de 30 pessoas que chegaram ilegalmente no Reino Unido em pequenos barcos foram devolvidas à Europa", disse Javid. "Continuaremos a tentar devolver qualquer pessoa que tenha entrado ilegalmente no Reino Unido".
Os relatos sobre imigrantes usando pequenos barcos para atravessar o Canal da Mancha são politicamente explosivos, apesar de a Grã-Bretanha não ter chegado nem perto do número de travessias imigratórias que registradas em países como Espanha, Itália e Grécia. Até agora, neste ano, mais de 21.300 imigrantes cruzaram o Mar Mediterrâneo para a Europa, e pelo menos 519 morreram tentando, de acordo com a Organização Internacional para Imigração. Autoridades culpam o fluxo de gangues de contrabando.
No geral, a imigração para a Europa diminuiu substancialmente desde que mais de 1 milhão de requerentes de asilo e imigrantes chegaram ao continente em 2015, mas a questão ainda ressoa politicamente, inclusive nas eleições para o Parlamento Europeu da semana passada.
Fonte: Associated Press

Agência Estado