PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Bilionário paga dívida estudantil de formandos negros em universidade

Robert F. Smith ainda prometeu uma doação de U$ 1,5 milhão para a universidade

13:32 | 20/05/2019
Robert F. Smith foi orador convidado da cerimônia de formação da turma
Robert F. Smith foi orador convidado da cerimônia de formação da turma(Foto: Moreshouse College)

Era um discurso de formatura. A ocasião, por si só, emocionante. Mas para uma turma de formandos da Universidade de Morehouse, na cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, a cerimônia foi ainda mais comovente: o bilionário Robert F. Smith anunciou que iria pagar as dívidas que os estudantes, a maioria negros, contraíram para pagar os estudos.

O anúncio foi feito no domingo, 19, diante de 400 formandos da instituição, que é exclusivamente masculina. Smith também prometeu uma doação de U$ 1,5 milhão para a universidade. De acordo com o Atlanta Journal-Constitution, a doação total, entre o destinado à Morehouse e o pagamento dos débitos estudantis, é de cerca de U$ 40 milhões.

A surpresa não havia sido informada anteriormente à equipe da universidade nem aos estudantes, o que provocou uma comoção geral no evento. Nos Estados Unidos, o sistema de ensino superior é majoritariamente privado, o que leva a maior parte dos universitários a tomarem empréstimos para possibilitar os estudos. De acordo com o Federal Reserve, o sistema de bancos centrais do país, a dívida estudantil supera a R$ 5 trilhões.

Robert Smith, que estudou engenharia na Universidade de Cornell, tem uma fortuna estimada em US$ 5,2 bilhões, o dobro da apresentadora Oprah Winfrey, muitas vezes apontada como a pessoa negra mais rica do país. O bilionário veio de uma família de classe média no Colorado e comanda o Vista Equity Partners, um fundo de investimentos voltado para empresas de tecnologia.

Redação O POVO Online