PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Meu jornalismo protegeu pessoas, diz Assange

05:16 | 03/05/2019
O fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, detido no Reino Unido, negou formalmente na quarta-feira, 2, a um tribunal de Londres seu "consentimento" ao pedido de extradição dos EUA, que o reivindica pelos vazamentos feitos por seu portal.
"Não quero me entregar para ser extraditado por ter feito um jornalismo que ganhou muito reconhecimento e protegeu muitas pessoas", argumentou. (Com agências internacionais)
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Agência Estado