PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Navegador que partiu da Nova Zelândia remando chega ao Chile

Fedor Konyukhov, de 67 anos, cruzou o Pacífico. O objetivo do navegador russo é realizar a navegação a remo mais ao sul do mundo

16:00 | 27/04/2019
A Marinha do Chile fez contato com o navegador russo
A Marinha do Chile fez contato com o navegador russo(Foto: Marinha chilena)

O navegador russo Fedor Konyukhov chegou ao Chile de caiaque após partir da Nova Zelândia e cruzar o oceano Pacífico com o objetivo de realizar a navegação a remo mais ao sul do mundo, informou a Marinha chilena. 

A aventura começou em dezembro no porto de Dunedin, na ilha Sul da Nova Zelândia. Depois de 142 dias remando o caiaque, ele foi visto por um avião da Marinha a cerca de 650 km da cidade de Punta Arenas nesta sexta-feira, 26. Até o contato com a aeronave militar, ele esteve incomunicável durante grande parte da viagem.

"Estou feliz de falar com vocês e me sinto motivado a ouvir as primeiras pessoas após tanto tempo", disse Konyukhov, de 67 anos, no contato por rádio com os militares, de acordo com a Marinha.

Apesar do cansaço, o navegador russo não fez nenhum pedido específico para seguir com a travessia, segundo o comunicado.

A meta do russo é o Cabo de Hornos, Sul do Chile, onde pretende chegar dentro de dez dias.

Konyukhov é um experiente marinheiro que já completou quatro voltas ao mundo e cruzou o Atlântico 15 vezes.

AFP