PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Cearenses homenageiam Catedral de Notre-Dame com fotos em redes sociais

Incêndio consumiu parte do prédio na tarde e noite de segunda-feira, 16

12:20 | 16/04/2019
Marcos Lessa publicou foto em Paris
Marcos Lessa publicou foto em Paris(Foto: Reprodução)

Em meio ao incêndio que destruiu parte da Catedral de Notre-Dame, em Paris, cearenses prestaram homenagem ao prédio histórico. Em redes sociais, dezenas de pessoas publicaram imagens feitas em visitas ao templo. 

Leia também: Conheça a importância histórica da Catedral de Notre-Dame

O incêndio na catedral de Notre-Dame começou por volta de 18h50min no horário local (13h50min em Brasília). De acordo com Gabriel Plus, porta-voz dos bombeiros de Paris, todo o telhado, armação e parte da abóboda foram destruídos. "E a flecha [uma torre isolada de 93 metros revestida de chumbo sobre o teto da nave] desabou", disse.

O fogo foi oficialmente declarado extinto somente na manhã desta terça-feira, 16. Agora cabe aos serviços de emergência analisar o movimento das estruturas e algumas obras de arte serão retiradas do local com a ajuda de especialistas.

A construção da Catedral de Notre-Dame na Ilha de la Cité, uma pequena ilha rodeado pelo rio Sena, foi iniciada em 1163 e se estendeu até 1345. A catedral é o monumento mais visitado de Paris e da Europa, à frente de outras construções, como o Museu do Louvre e a Torre Eiffel. Em 2018 foram mais de 13 milhões de visitas.

Confira algumas homenagens feitas por cearenses em perfis públicos nas redes sociais: 

 
 
 
Ver esta publicación en Instagram
 
 

Uma lembrança linda que ficará guardada na memória. Notre-Dame de Paris @descobrindo.paris

Una publicación compartida de Max Petterson (@maxpetterson) el

 
 
 
Ver esta publicación en Instagram

 
 
 
Ver esta publicación en Instagram
 
 

Hoje não é quinta e não é um #tbt. Com tristeza imensa acompanhamos a catedral de Notre Dame arder em chamas. Notre Dame não é um símbolo apenas do catolicismo. É um dos pontos mais visitados do planeta, um dos símbolos do país, em pé há quase 700 anos (terminada de 1345) recebendo 2 milhões de visitantes por ano (até mais do que a Torre Eiffel). Um monumento que remete à história da humanidade, o coração da cidade francesa, defronte ao marco zero. Não bastassem a construção em si, o acervo é de valor incalculável, com vitrais seculares, um órgão ainda em funcionamento após séculos e, dentre os tesouros, até o que se acredita ser parte da coroa de espinhos usada por Jesus Cristo. Duro ver a história sendo apagada dessa forma. Que seja possível salvar ao menos parte disso tudo! Nas fotos, minha primeira visita, em lua de mel, ainda em 2010 #notredame

Una publicación compartida de Marcelo Bloc (@marcelobloc) el

Redação O POVO Online