PUBLICIDADE
Notícias

Israel bloqueia US$ 138 milhões da Autoridade Palestina por pagamentos a prisioneiros

17:34 | 17/02/2019

O gabinete de Segurança de Israel decidiu, neste domingo (17), reter 138 milhões de dólares em transferências de impostos à Autoridade Palestina, por conta de seus pagamentos aos prisioneiros detidos por ataques contra israelenses, assinalou em um comunicado.

O gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu assinalou que o montante é igual ao que foi pago pela Autoridade Palestina no ano passado a "terroristas presos em Israel, a suas famílias e aos prisioneiros libertados".

Acrescentou que "foi por isso que Israel decidiu congelar esta quantia que paga por conceito de impostos" sobre os produtos palestinos importados. "É uma lei importante e iremos aplicá-la, como havia prometido", afirmou Netanyahu, citado em um comunidado de seu gabinete.

Israel alega que os pagamentos estimulam ainda mais violência.

"O governo de ocupação (israelense) busca destruir a Autoridade Palestina, associado ao governo de Donald Trump", denunciou Ahmed Majdalani, dirigente da Organização para a Libertação da Palestina.

mib-mjs/dv/age/mb/pb/lb

AFP