PUBLICIDADE
Notícias

EUA parecem ter concluído que carros europeus são ameaça, diz Merkel

10:48 | 16/02/2019
A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que as autoridades dos Estados Unidos parecem ter concluído que os carros produzidos na Europa são uma ameaça à segurança nacional. Durante a Conferência de Segurança de Munique, na Alemanha, neste sábado, ela defendeu, no entanto, que seu país está "orgulhoso de seus carros, e temos o direito de estar".
A União Europeia (UE) e os EUA têm tentado reduzir as tensões comerciais nos últimos meses, em meio às negociações de um acordo. Merkel afirmou ter "grande esperança" nas conversas, mas acrescentou que "não é inteiramente fácil para mim, como chanceler alemã, ler que aparentemente - eu não isso tenho escrito ainda - o Departamento de Comércio dos EUA diz que carros alemães e europeus são uma ameaça à segurança nacional".
Um relatório do Departamento de Comércio dos EUA, que deve ser divulgado neste domingo, pode concluir que as importações de automóveis representam uma ameaça à segurança nacional. Caso isso aconteça, um prazo de 90 dias será acionado para que o presidente americano, Donald Trump, se decida sobre a imposição de tarifas aos carros de aliados, que ele já ameaçou anunciar, o que inclui a Europa e o Japão.
Merkel apontou que a maior fábrica da montadora alemã BMW está na Carolina do Sul "e se esses carros (...) de repente forem uma ameaça à segurança nacional dos EUA, isso nos assusta". (Com agências internacionais)

Agência Estado

TAGS