PUBLICIDADE
Notícias

Príncipe Charles vai a Cuba em março, na primeira visita da família real britânica

17:20 | 15/02/2019

O príncipe Charles, herdeiro da coroa britânica, e sua esposa Camilla, duquesa de Cornwall, realizarão a primeira visita oficial da realeza desse país a Cuba em março e se reunirão com o presidente Miguel Díaz-Canel, informou nesta sexta-feira (15) a residência oficial, Clarence House.

A viagem a Cuba ocorrerá entre 24 e 27 de março, a pedido do governo britânico, e busca "destacar a crescente relação bilateral com o Reino Unido" e mostrar "alguns dos laços culturais entre os dois países", informou a residência de Charles, Clarence House.

Esta visita a Havana e outras partes da ilha faz parte de uma viagem de Charles e Camilla, que começará em 17 de março e os levará a 10 ilhas caribenhas.

O casal real também visitará Santa Lúcia, Barbados, São Vicente e Granadinas, São Cristóvão e Névis e Granada para celebrar a relação da monarquia com esses territórios ultramarinos.

Em Cuba, Charles e Camilla têm uma agenda de atividades previstas em Havana e na costa sul.

Serão convidados de honra em um jantar oficial que será oferecido pelo presidente Miguel Díaz-Canel, que sucedeu Raúl Castro em abril do ano passado. No início deste mês, Camilla confirmou que irá acompanhar seu marido nessa viagem.

Entre os eventos previstos, Charles e Camilla se reunirão com um grupo de proprietários de automóveis clássicos britânicos e visitarão um estúdio de música onde deverá acontecer um encontro com os membros do grupo Buena Vista Social Club.

"A visita do príncipe e da duquesa destacará as conexões culturais e acadêmicas, os vínculos entre os cidadãos do Reino Unido e Cuba, e explorará questões fundamentais como as artes, o empreendedorismo juvenil, a restauração do patrimônio e a agricultura sustentável", explicou o comunicado da Clarence House.

Scott Furssedonn-Wood, o subsecretário privado do casal real, disse que ambos estavam "esperando ter todo tipo de experiência em Cuba".

"Música, dança e comida é certamente uma dessas coisas. Tenho certeza de que desejam experimentar os produtos locais", disse.

A Chancelaria cubana saudou o anúncio nas redes sociais. "Cuba saúda o anúncio oficial da visita de Sua Alteza Real, o príncipe de Gales, e a duquesa de Cornwall. Serão bem-vindos ao nosso país", disse uma mensagem no Twitter.

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido disse: "Isso faz parte do nosso foco de longo prazo em Cuba de compromisso e diálogo aberto e franco sobre as questões que nos dividem, como os direitos humanos, mas também o compromisso com o progresso nos temas que nos interessam".

A rainha Elizabeth II, agora com 92 anos, não faz uma visita ao exterior desde 2015, o que significa que Charles e Camilla são os que realizam grande parte do trabalho das viagens pelo exterior.

AFP