PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Pastor é acusado de assediar Ariana Grande em funeral de Aretha Franklin

Após apresentação da cantora, o pastor a abraçou, deixando uma das mãos próxima ao seio da cantora. Ele ainda fez uma piada que foi considerada ofensiva, ao comparar o nome da cantora com uma culinária mexicana

21:59 | 31/08/2018
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]

Após apresentação no funeral da cantora Aretha Franklin, que acontece nesta sexta-feira, 31, em Detroit, nos Estados Unidos, internautas acusaram pastor que conduzia a cerimônia de assediar a cantora Ariana Grande, que se apresentou pouco antes.
 
Veja no vídeo abaixo 
 
[VIDEO1] 

O pastor Charles H. Ellis abraçou a cantora, deixando uma das mãos próxima ao seio da cantora. Pela imagem, é possível perceber que ele exerce certa força com os dedos. Ele ainda fez uma piada que foi considerada ofensiva, ao comparar o nome da cantora com uma culinária mexicana (apesar da cantora não ter origem mexicana, e sim italiana). "Quando eu vi Ariana Grande no programa, achei que era algo novo no Taco Bell", disse ele, fazendo referência a uma rede de comida mexicana popular nos Estados Unidos. 

Diversos portais de notícias e fãs começaram a se movimentar na internet, subindo a tag #respectAriana (em tradução livre, "respeite Ariana"), em alusão a uma das músicas de maior sucesso da falecida Aretha Franklin, Respect.

O ocorrido ficou, na noite desta sexta, entre os assuntos mais comentados do Twitter. Diversos internautas condenavam a ação do pastor, afirmando que era visível o desconforto da cantora. 
 
Até o momento, nem Ariana nem o pastor se posicionaram oficialmente sobre o caso. 
 
Redação O POVO Online 
TAGS