PUBLICIDADE
Notícias

Preso brasileiro chefe do PCC no Paraguai e Bolívia; veja vídeo e galeria de fotos

Piska levava vida de luxo em Assunción, região centro-metropolitana do Paraguai

21:38 | 18/07/2018
NULL
NULL

[VIDEO1]

No Paraguai, a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) e a Polícia Federal do país prenderam, na tarde desta quarta-feira, 18, em Assunción, o narcotraficante brasileiro Eduardo Aparecido de Almeida, de 39 anos. Ele é apontado como atual chefe dos negócios do PCC em território paraguaio e também na Bolívia.


Piska, como é conhecido, tem pelo menos seis mandados de prisão no Brasil por tráfico de drogas, armas, homicídios, sequestro e associação criminosa. Usava documentos falsos. Na capital paraguaia, o criminoso havia contratado a proteção de um oficial da Polícia Nacional, Carlos Alfredo Mendoza, que também foi preso. Outro brasileiro, Ricardo Moraes Alves, foi detido  na operação.

[FOTO1]
Enquanto administrava as conexões da facção na fronteira, Piska levava vida de luxo em Assunción, região centro-metropolitana do País. Na garagem da casa, em bairro nobre, foram apreendidos dois carros e duas motos. Piska estava com 102 mil dólares e 5 milhões de guaranis (moeda local), equivalentes no total a quase R$ 400 mil.


O brasileiro deve ser levado nesta quinta-feira, 19, para Ciudad del Leste, onde aguardará a extradição para o Brasil.

 

Cláudio Ribeiro - com informações de Cándido Figueredo, do jornal ABC Color

TAGS