Jornalistas da AFP mortos no exercício da profissãoNotícias do Mundo
PUBLICIDADE
Notícias


Jornalistas da AFP mortos no exercício da profissão

14:44 | 30/04/2018

Assim como Shah Marai, diretor de fotografia do escritório da AFP em Cabul morto nesta segunda-feira, 30, outros jornalistas e colaboradores de la AFP faleceram no exercício da profissão desde a criação da agência em 1944. Shah Marai faleceu em um atentado suicida em Cabul. Após uma primeira explosão, a segunda bomba foi dirigida contra os jornalistas que chegaram ao local para cobrir o ataque.

[SAIBAMAIS] 

 

A seguir a lista de jornalistas, permanentes ou free-lancers, e outros colaboradores da AFP que morreram no exercício da profissão. - Abril de 2018 - Abdullah AL QADRY (Iêmen) - cinegrafista qua trabalhara para a AFP - Maio de 2017 - Javier VALDEZ (México) - Colaborador - Agosto de 2014 - James FOLEY (Síria) - Jornallista independente - Março de 2014 - Sardar AHMAD (Afeganistão) - Jornalista - Abril de 2006 - Salah JALIL AL GHARRAUI (Iraque) - Diretor administrativo - Maio de 2005 - Raed JAFFAT (Iraque) - Colaborador - Maio de 2005 - Paolo COCCO (Itália) - Fotógrafo - Dezembro de 2004 - Deyda HYDARA (Gâmbia) - Colaborador - Junho de 2003 - Acquitté KISEMBO (República Democrática do Congo) - Colaborador - Julho de 2003 - Alí ASTAMIROV (Inguchétia) - Colaborador - Setembro de 1995 - Mushtaq ALÍ (Caxemira) - Fotógrafo - Outubro de 1995 - Georges BENDRIHEM (Tunísia) - Fotógrafo - Abril de 1994 - Lisy SCHMIDT (Curdistão iraquiano) - Colaboradora - Dezembro de 1989 - Eloy GUEVARA (El Salvador) - Fotógrafo - Junho de 1975 - Bernard CABANES (Paris) - Jornalista - Março de 1975 - Paul LEANDRI (Vietnã) - Jornalista - Abril de 1974 - Marc FILLIOUX (Laos/Camboja) - Colaborador - Dezembro de 1969 - Alain SAINT-PAUL (Vietnã) - Jornalista - Setembro de 1962 - Paul GUIHARD (Estados Unidos) - Jornalista - Fevereiro de 1951 - Jean-Marie de PREMONVILLE (Coreia) - Jornalista - Julho de 1950 - Maximilien PHILONENKO (Japão) - Jornalista. 

AFP

TAGS