Superlua de Sangue ao redor do mundo; veja imagens do fenômenoNotícias do Mundo
PUBLICIDADE
Notícias


Superlua de Sangue ao redor do mundo; veja imagens do fenômeno

22:48 | 31/01/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
Esta quarta-feira está sendo um dia em que a lua ficou diferente no céu. Três fenômenos astronômicos acontecem ao mesmo tempo e prometem encantar aqueles que são amantes do satélite natural. A lua e a Terra se aproximam, um eclipse lunar acontece e hoje teremos a segunda lua cheia do mês - os fenômenos são conhecidos respectivamente por Superlua, Lua de Sangue e Lua Azul.

No Brasil, a Superlua e a Lua Azul poderão ser facilmente observadas, porém a Lua de Sangue não poderá ser vista em todas as partes do País, somente em alguns locais da região Norte.

O último fenômeno igual a este aconteceu há pelo menos 150 anos. A última vez que a lua pôde ser vista de forma diferente foi em 1º de janeiro, quando ocorreu a Superlua.

Se no Brasil muitas pessoas não vão ver ao vivo os três fenômenos, ao redor do mundo belas imagens foram clicadas pelas lentes dos fotógrafos. O fenômeno pôde ser visto da América do Norte, Rússia, Ásia e regiões do Oceano Pacífico. No entanto, parte da Europa e da África estarão na mesma condição do Brasil e algumas partes da América do Sul: só poderão ver a Superlua.
 
FENÔMENOS

Na Superlua, a Terra fica a aproximadamente 356 mil km da Lua, o que faz com que o brilho lunar aumente 30% e seu tamanho 15% maior.

No fenômeno da Lua Azul, não existe mudança aparente do astro, mas, sim no calendário. Normalmente em um mês, aparece um fase da lua, mas por diferença do calendário lunar e o gregoriano, eventualmente alguma das fases se repete em um mês.

Lua de Sangue existe quando ocorre um eclipse lunar total. O fenômeno recebe este nome pelo fato de a lua ficar avermelhada por causa da dispersão da luz solar que passa na atmosfera da Terra e projeta a cor na superfície lunar.
 
TAGS