PUBLICIDADE
Notícias

Funeral de mulher de 103 anos mobiliza comunidade local

Estranhos se juntaram a conhecidos e amigos para homenagear Annie Wallace. Idosa já não tinha familiares próximos vivos

11:29 | 23/01/2018
NULL
NULL

[FOTO1]O funeral de Annie Wallace, uma das moradoras mais antigas de Milton, distrito no norte de Glasgow, na Escócia, reuniu mais pessoas do que ela poderia imaginar. Policiais, militares e políticos se uniram a conhecidos e amigos para homenagear a idosa na cerimônia. Annie morreu com 103 anos no último dia 23 de dezembro e o velório ocorreu na última semana.

Annie Wallace vivia em uma casa de repouso em Glasgow e Wallace já havia perdido o marido, o irmão e a sobrinha. A grande participação durante a cerimônia se deu devido a um pedido do reverendo Christopher Rowe, responsável pela paróquia local. "Muita gente aqui nem sequer a conhecia. Isso é Milton em seu esplendor", disse o religioso.

"Foi uma lição de humildade, foi inspirador ver tantos estranhos aparecendo aqui pela Annie", afirmou o líder comunitário Alex O'Kane em discurso no funeral. O chefe de polícia Craig Walker, que enviou dois agentes para o velório, elogiou a iniciativa da população local. "Acho fantástico que a comunidade se juntou pela Annie Wallace", declarou.

[FOTO2]Wallace nasceu em Glasgow em abril de 1914. O pai dela se alistou no exército em setembro daquele ano, semanas depois do início da Primeira Guerra. Ele sobreviveu à guerra, mas morreu quando a filha ainda era criança. Durante a vida adulta, ela trabalhou em lojas. Casou-se, mas não teve filhos. Seu irmão teve uma filha, mas Annie Wallace foi a última da família a morrer.

“Eu não conhecia ela pessoalmente, mas eu queria ter conhecido. Têm sido um ótimo dia”, afirmou um dos desconhecidos em entrevista à BBC News. “Não tenho dúvida de que ela está no céu, para sempre jovem, para sempre gentil, divertida e positiva”, se despediu o reverendo Rowe.

 

Redação O POVO Online

TAGS