PUBLICIDADE
Notícias

Frio intenso nos EUA faz com que jacarés deixem apenas o focinho para fora em lago congelado

O curioso fenômeno é uma técnica de sobrevivência dos animais. Temperatura nos EUA já atingiu o recorde de 40 graus Celsius negativos em algumas regiões

09:07 | 11/01/2018
NULL
NULL

[FOTO1]Os jacarés do Shallotte River Swamp Park, nos Estados Unidos, encontraram uma forma diferente de sobreviver ao frio intenso que assola a região. Os répteis se encontram apenas com o focinho para fora de um lago congelado, apenas para garantir a respiração e conseguir hibernar. Os animais foram para a água na semana passada, durante o fenômeno de "ciclone bomba" que atingiu a costa leste dos Estados Unidos.


A técnica de sobrevivência, chamada de brumação, consiste em diminuir o metabolismo para aguentar mais tempo em temperaturas extremas, mecanismo possível para animais ectotérmicos (que dependem do ambiente para controlar sua temperatura), como os jacarés. O gerente geral do parque, George Howard, conta que os animais foram para água por ser mais quente que o ar na região.


"Eles colocam o nariz para fora e são capazes de respirar e ficar perfeitamente bem, mesmo com a água congelada. É uma técnica de sobrevivência incrível, esses 'caras' foram construídos durões há milênios atrás e continuam durões até hoje", disse Howard em entrevista para o canal de TV local Wect 6.


O “ciclone bomba” acontece quando uma tempestade é desencadeada por uma queda rápida e vertiginosa na pressão atmosférica. Nessa região da Carolina do Norte, onde fica o parque, as temperaturas não costumam ficar tão baixas. Os Estados Unidos enfrentam nas últimas semanas uma onda de frio extremo, com milhões de pessoas afetadas por estados de alerta. As temperaturas em algumas partes do norte do país chegaram a 40 graus Celsius negativos.

 

[VIDEO1]

Redação O POVO Online

TAGS