PUBLICIDADE
Notícias

Mais de 50 mortos entre rebeldes e forças governamentais no Iêmen

19:35 | 15/12/2017

Combates nas últimas 24 horas no Iêmen deixaram 42 rebeldes e nove combatentes pró-governamentais mortos, informaram nesta sexta-feira (15) fontes médicas e de segurança.

A aviação da coalizão, sob liderança saudita, que apoia o governo contra os insurgentes do movimento huthi no Iêmen, atacou posições rebeldes em várias aldeias a cerca de 70 km da cidade de Hodeida (oeste), na margem do Mar Vermelho, indicaram as fontes de segurança.

Na quarta-feira, os bombardeios já tinha deixado pelo menos 30 mortos em um campo de prisioneiros dos hutis na capital Sanaa, segundo os rebeldes. No domingo passado, outros 26 rebeldes morreram em ataques também atribuídos à coalizão contra um campo de treinamento na província de Hajjah (noroeste).

As forças governamentais anunciaram que tinham reconquistado o setor de Bihane, na província meridional de Chabwa, a última nas mãos dos insurgentes na região rica em petróleo, indicou um responsável militar governamental.

Os nove combatentes das forças leais ao governo morreram nessa região, bem como 14 rebeldes, segundo a mesma fonte.

A guerra no Iêmen deixou mais de 8.750 mortos, em sua maioria civis, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), que considera que pelo menos 8,4 milhões de pessoas estão ameaçadas pela fome.

AFP

TAGS